Perguntas comuns sobre uma reivindicação de seguro residencial

Para quem não conhece, o processo de reclamação de seguro é bastante confuso. Aqui, trazemos um cenário que envolve o desejo do proprietário de ter uma reclamação processada juntamente com as perguntas mais comuns feitas aos profissionais. Esperamos que, ao dissipar essas informações junto com as respostas, o tópico se torne mais claro e o processo não seja visto como assustador.

Como uma seguradora líder lidaria com um sinistro residencial em relação ao pagamento?

R: Estamos fornecendo um exemplo de algumas das principais empresas aqui. No caso de uma reclamação sobre danos à casa, a empresa solicitará uma estimativa de reparo. Imediatamente ao receber o orçamento, a empresa emitia um cheque de pagamento. Em certos casos, onde despesas extras ou reparos temporários são necessários para fins de segurança, o seguro pode até fazer o pagamento antecipado da situação de emergência.

É comum ver a empresa hipotecária do reclamante inscrita no cheque de pagamento. Porque isto é assim?

R: Esta prática é determinada pelo governo em relação a uma grande perda. A razão por trás disso é bastante simples: devido ao interesse segurável que a companhia hipotecária tem em ter a casa reparada, o pagamento é emitido a eles. Para que o segurado receba o financiamento, ele deve entrar em contato com a empresa hipotecária.

O custo estimado dos reparos foi maior do que o pagamento real, por que isso acontece?

R: Em casos como este, o raciocínio por trás disso segue o fato de que o proprietário deve primeiro pagar sua franquia do próprio bolso antes de qualquer pagamento da seguradora. A franquia é então subtraída do saldo de pagamento restante.

Quais são as variáveis ​​que as seguradoras usam para determinar se uma casa precisa de reparos durante a reconstrução?

R: A seguradora primeiro consulta um engenheiro profissional ou especialista em construção em relação ao fator de risco envolvido no trabalho de reparo em relação à segurança do edifício. Se houver um risco significativo para a estrutura, a seguradora decidirá reconstruir a casa em vez de repará-la.

No caso de uma casa ser considerada necessária para reconstrução, ela deve ser reconstruída exatamente da mesma forma que era antes de sofrer danos?

R: Se o segurado deseja fazer alguma modificação no prédio, ele pode fazê-lo. A seguradora paga pela restauração da casa e o tomador da apólice paga por quaisquer custos adicionais para quaisquer atualizações.

Caso o imóvel seja considerado não habitável, o que a seguradora faz pelo segurado?

R: Se a casa danificada for classificada como inabitável, a seguradora provavelmente ajudará a família do proprietário a se mudar para um hotel confortável. Se os reparos na casa se tornarem demorados, a seguradora ajudará a mudar a família para um alojamento temporário com comodidades semelhantes às da casa pré-danificada.

O segurado terá negada cobertura para vida temporária ao longo do tempo?

R: O tomador do seguro pode esperar ter cobertura para moradia temporária durante todo o trabalho de reparo da casa danificada. Isso se aplica mesmo se o prazo da apólice do proprietário tiver expirado.

O que faz uma seguradora em relação à proteção do conteúdo de uma casa durante o tempo que leva para consertar uma casa?

R: Os custos de transporte, bem como de armazenamento são assumidos pela seguradora durante o período de reparo.

Estas e quaisquer outras questões relativas ao processo de reclamação do proprietário devem ser encaminhadas a uma agência independente experiente.



Source by M Wyzanski

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *